tr?id=2006659569564293&ev=PageView&noscript=1
 
banner_de

navi_plan_en
navi_tasks_en
navi_workflow_en
navi_emphases_en
navi_partners_en
navi_pictures_en
navi_links_en

Workflow

A digitalização é feita com um PC padrão com uma câmara-scanner conectada. A digitalização se dá com o consagrado software SilverFast Ai. O software permite a digitalização das amostras no formato RAW. Estes dados brutos são armazenados num servidor.

workflow1_en
O segundo PC, por meio do software SilverFast HDR, transforma os dados brutos num formato de imagem legível. Para isso, os dados brutos são carregados do servidor, otimizados (cor, contraste, brilho) e novamente armazenados no servidor no formato desejado. O resultado é verificado num monitor gráfico perfilado.

Primeira etapa de automação para estações de trabalho com scanner.

Um dos objetivos dos museus de presença internacional e coleções botânicas é, futuramente, digitalizar com alta qualidade o maior número possível de amostras botânicas. Já faz algum tempo que amostras botânicas são digitalizadas. Porém, nestas soluções o grau de automação é mínimo, e só poucas imagens podem ser criadas por dia. A FH Hannover analisou sequências produtivas industriais e delineou soluções para a digitalização de amostras botânicas.
O desenvolvimento da automação se divide em três pontos principais:
  1. Estações de trabalho de scanner com controle,
  2. Gerenciamento de tecnologia para a digitalização,
  3. Soluções de sistema que levam em conta o operador.
O emprego de uma mesa giratória controlada oferece novas possibilidades de incremento da produtividade. A imagem mostra uma máquina padrão que pode ser complementada com luminárias de superfície, coluna de câmara e uma câmara-scanner (vide gráfico).

workflow2_de
A mesa giratória possibilita o carregamento de uma nova amostra enquanto a anterior é digitalizada. Além do tempo necessário para a digitalização e a rotação em 180°, é o operador que determina a cadência da máquina.
O controle da mesa giratória pode ser ligado através de interface USB com um PC comum. Neste PC é instalado também o software de scanner. Com o software Herbar Digital Control (HDC), a mesa giratória pode ser facilmente controlada deste computador. Com a mesa giratória controlada, a produção pode ser aumentada significativamente. O acesso é muito mais fácil, porque não se precisa trabalhar diretamente embaixo das luminárias para carregar as amostras. As principais características desta solução são:
  • Digitalização de pequenas a grandes quantidades,
  • velocidade de rotação ajustável (3 a 12 rotações/min),
  • regime semiautomático.
A mesa giratória é embutida na mesa básica, evitando assim o perigo de ferimentos. O diâmetro de mesa é de 1150 mm, sendo adequado para formatos de papel de A3 a A2.